Subsídio Bíblico: Lição 2 - A Criação de Eva, a Primeira Mulher


Esta lição tem como tema central Eva, a primeira mulher. É muito importante ter uma visão bíblica e correta acerca da mulher. Sua posição na criação, na família e na sociedade. Aos olhos de Deus, não há diferença de valor entre homem e mulher.

Resumo da lição
A lição procura mostrar que a mulher foi um projeto executado por Deus desde o princípio. Para isso, a lição apresenta o primeiro tópico a respeito da mulher no plano de Deus. Em seguida, no segundo tópico, descreve a criação da mulher. E, finalmente, no terceiro tópico, aponta a missão da mulher.
Para apresentar a mulher no plano de Deus, o primeiro tópico ressalta que a criação da mulher não foi um ato improvisado de Deus, mas planejado desde o início. O tópico enfatiza a decisão de Deus em criar a mulher e sua constituição como pessoa.
Para descrever a criação da mulher, o segundo tópico traz o relato de Gênesis em expressão médica, objetivando dar clareza à compreensão do relato bíblico: o uso de uma “anestesia” natural, um procedimento cirúrgico e a inauguração da engenharia genética.

Para apontar a missão da mulher, o terceiro tópico enfatiza que Deus criou a mulher para cumprir a missão de mãe, de esposa e de súdita no Reino de Deus. Assim, a lição conclui que tanto o homem quanto a mulher se complementam e igualmente são imprescindíveis ao Reino de Deus.

Uma sugestão
Para aprofundar em seus estudos, leve em conta este fragmento: “Como historiador e estudioso da Bíblia, posso afirmar que, se há lugares onde mulheres desfrutem de muitas das mesmas liberdades atuais que os homens, isso só foi possível por causa de Jesus Cristo e sua influência no mundo.

Quando Jesus veio, Ele enalteceu as mulheres. Jesus não foi um político revolucionário, como alguns de seus seguidores desejavam. [...] Ele não superaria os poderes do mal por meio da força bruta, mas através do amor e da igualdade, ao mudar o DNA espiritual central da sociedade. Foi sua mensagem que cativou corações e mentes, reprimiu os preconceitos sociais e revolucionou as práticas antigas, dentre as quais estava o tratamento horrendo dado às mulheres. Sem a influência de Jesus, as mulheres provavelmente teriam permanecido sem liberdade” (JOHNSTON, Jeremiah J. Inimaginável: o que nosso mundo seria sem o cristianismo. Rio de Janeiro: CPAD, 2018, p.195).

Ensinador Cristão Nº 81 do 1º trimestre de 2020

Imagens de tema por PLAINVIEW. Tecnologia do Blogger.