Subsídio EBD: 11 - O Homem do Pecado

As expressões que a Bíblia usa para o Anticristo são “o homem de pecado” e “o filho da perdição” (2Ts 2.3).
O Anticristo é o assunto central desta lição. É a encarnação do que há de mais maligno no mundo. Ele se opõe a tudo que está entorno de Cristo. Nesse sentido, apresentaremos o homem do pecado, o Anticristo, estudaremos sua missão na Terra e apontaremos sua destruição por ocasião da vinda de Jesus.

Resumo da Lição

Para atingir a esses objetivos, o primeiro tópico apresentará o anticristo como o “ungido” do Diabo, bem como a sua natureza. A Bíblia revela que essa natureza é maligna.

No segundo tópico é descrita a missão do homem do pecado. Essa missão passa pela oposição a Deus, a Israel, a Jesus Cristo e à Igreja. É o aprofundamento de toda perversidade contra o plano de Deus. O trabalho do Anticristo se resume em fazer oposição ferrenha a Deus e ao seu plano redentor para a humanidade.
O terceiro tópico apresenta a destruição do Anticristo, passando pela sua ascensão, auge e ruína imperial.

Aprofundando o tema
O Anticristo, o homem do pecado, é um personagem central no tempo da Grande Tribulação. Enquanto está ocorrendo no céu o Tribunal de Cristo e as Bodas do Cordeiro, na terra, após o Arrebatamento da Igreja, dar-se-á o início da Grande Tribulação. Será um período histórico de sete anos entre o Arrebatamento da Igreja de Cristo e a Segunda Vinda gloriosa de Jesus Cristo ao mundo.

As Escrituras mostram que o tempo da Grande Tribulação será marcado como o tempo da “ira de Deus”, da “indignação do Senhor”, da “tentação”, da “angústia”, de “destruição”, de “trevas”, de “desolação”, de “transtorno” e de “punição” (1 Ts 1.10; Is 26.20,21; Ap 3.10; Dn 12.1; 1 Ts 5.3; Am 5.18; Dn 9.27; Is 24.1-4,20,21).

Será o tempo em que o Altíssimo intensificará os seus juízos àqueles que, conscientemente, se rebelaram contra o criador.
Nesse sentido, podemos dizer que os propósitos da Grande Tribulação são: (1) fazer justiça, (2) preservar um pequeno grupo de pessoas fiéis, que sobreviveram aos ataques do Anticristo.

Deus derramará a sua ira na Grande Tribulação por intermédio da abertura dos selos (Ap 6), do toque das trombetas (que é o desdobramento do sétimo selo ― Ap 8 – 11) e do derramamento das taças (Ap 16). Então, a Grande Tribulação terá fim por ocasião da manifestação gloriosa do Filho de Deus nos Montes das Oliveiras (Zc 14.1-7; Mt 24.22,29,30).

IDENTIFICADO O ANTICRISTO NA BÍBLIA
Imediatamente após a consumação da segunda vinda do Senhor Jesus e o arrebatamento dos salvos, de acordo com as profecias bíblicas, terá início o Dia do Senhor (Sf 1.15; Am 5.18-20; 2 Pe 3.10-13). Precisamente nesta ocasião, aparecerá o Anticristo para cumprir um papel importantíssimo, descrito no panorama profético dos dias finais. Esses dias serão os piores na vida do ser humano, ainda que nos primeiros quarenta e dois meses tudo pareça transcorrer dentro da normalidade (Ap 13.5b).


1. Quem será o Anticristo?
a) Ele será uma pessoa cruel como uma fera (Ap 13.2).
Ele será um homem, visto que será morto por Cristo no Armagedom (2Ts 2.8; Dn 7.11; 8.25; Is 11.4; Ap 19.11-21).

b) Ele terá poderes miraculosos recebidos de Satanás (2 Ts 2.9; Dn 8.24;11.37-39; Ap 13.2,11,18;16.13-16;19.20; Mt 24.24).

2. Títulos do Anticristo.
·       O homem de pecado” e “o filho da perdição” (2 Ts 2.2). 
·       Anticristo (2 Jo 2.18)
·       A besta que sobe do Mar (Ap13.1)
·       A “besta de cor escarlate” (Ap 17.3)

3. O Anticristo, uma das bestas do Apocalipse.

a) O Anticristo, a primeira besta (Ap 13.1).
Depois da pessoa bendita do Senhor Jesus Cristo, o personagem mais conhecido e citado nos círculos teológicos, no cenário apocalíptico, é o Anticristo.
 
Durante sete anos da Grande Tribulação, o Anticristo será o grande líder mundial. Na primeira parte da última semana profética de Daniel — nos primeiros três anos e meio —, ele fascinará o mundo. A grande maioria dos habitantes da terra o adorará como um salvador mundial (Ap 13.4).

b) O Falso Profeta, a segunda besta (Ap 13.11).
Este personagem completa a trindade satânica, formada pelo dragão (antideus); pela primeira besta (Anticristo); e pela segunda besta (o Falso Profeta, o ante espírito santo).

Com falsa aparência de cordeiro e linguagem de dragão (Ap 13.11), por meio de falsos sinais, o Falso Profeta enganará o mundo — os que não têm o selo do Cordeiro —, conduzindo- o à idolatria (Ap 10.14; 13.12,13; 20.4). Além disso, ele marcará os seguidores da primeira besta com o número 666 (Ap 13.14-18; 19.20) — esse sinal é mais que um símbolo econômico, antes, trata-se de uma insígnia que separará os que servem e adoram a Jesus dos que adoram e servem ao Anticristo (Ap 13.16,17); os marcados receberão a perdição eterna e a separação de Deus (Ap 14.9-11; 16.2).


Subsídio bíblico exclusivo para a Escola Dominical - classe dos Adultos. Subsídio para a Lição: 11 | Revista do 1° trimestre de 2020 | Leia Mais Aqui

SUGESTÃO DE LEITURA:
=> Lições Bíblicas Dominical – Adultos – Aqui
=> Lições Bíblicas Dominical – Jovens – Aqui
=>Lições Dominical em Áudio - Aqui

Contribuindo com a EBD: Site Escola Bíblica Dominical


Imagens de tema por PLAINVIEW. Tecnologia do Blogger.